Início > Exercícios > Lendo
A independência das colônias espanholas na América. Revolução Industrial

1. (FUVEST-São Paulo) A independência das colônias hispânicas da América pode ser compreendida como o resultado da ação de fatores externos e internos. Quais foram esses fatores? Comente-os.

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

2. No século XIX ocorreu o ciclo de revoluções emancipadoras na América Latina, resultando na independência da grande maioria das áreas de colonização espanhola e do Brasil. Sobre o tema, é correto afirmar:

I- A intervenção francesa na Espanha, com o afastamento dos reis Carlos IV (renúncia) e seu filho Fernando VII, fez eclodir um grande levante armado, pois os espanhóis não aceitaram a imposição de José Bonaparte como rei. Na oportunidade, os "criollos" latinos pronunciaram-se pela lealdade à Fernando VII e logo passaram a defender posições emancipacionistas.

II- A filosofia iluminista foi causa intelectual e denominador comum desse ciclo revolucionário latino-americano, que consagraria, entre outros, os nomes de Bolívar e San Martin.

III- Fiel à sua velha aliada europeia, a Inglaterra ajudou as tropas espanholas na repressão aos patriotas da Venezuela e Colômbia, tornando mais longa a luta pelas liberdades locais.

IV- O processo de independência no Brasil insere-se no contexto: a invasão de Portugal por tropas de Napoleão e a instalação do Governo Joanino no Brasil (1808-1821) anteciparam a emancipação política do Brasil.

A. Estão corretas somente as opções I, II, III.

B. Estão corretas somente as opções II, III e IV.

C. Estão corretas somente as opções I, II, e IV.

D. Estão corretas somente as opções I, III, e IV.

E. Apenas a opção I está correta.

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

3. (FUVEST-São Paulo) O caudilhismo como fenômeno característico das sociedades latino-americanas após a independência foi a expressão:

A. das mudanças radicais pela quais a estrutura fundiária e a economia dessa região passaram com a independência;

B. do aumento da importância política das camadas médias urbanas com a industrialização;

C. do surgimento de um proletariado politicamente forte, decorrente do desenvolvimento industrial;

D. da aliança da burguesia nacional emergente politicamente com os interesses do capitalismo internacional;

E. da manutenção da estrutura fundiária concentrada e de uma economia voltada para o exterior.

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

4. (UNICAMP-São Paulo) No início do século XIX os colonos da América Latina, ainda dominada pelas potências europeias, revoltaram-se contra suas metrópoles, lutando por sua independência.

Caracterize o processo de independência dessas colônias e indique as diferenças que marcaram sua emancipação política em relação a Portugal e Espanha.

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

5. (MAUÁ-São Paulo) A evolução histórica dos países latino-americanos revela que estes se constituíram em tradicionais exportadores de matérias-primas. Explique porque e mencione os principais produtos exportados.

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

6. (Universidade Federal de Uberlândia-Minas Gerais) Sobre a situação da classe operária europeia, no século XIX, é FALSO afirmar que:

A. os operários eram submetidos a jornadas de trabalho superiores a dez horas diárias;

B. mulheres e crianças tinham uma remuneração inferior à da mão de obra masculina;

C. eram subumanas as condições de moradia e alimentação;

D. os operários identificaram as máquinas com responsáveis pelas péssimas condições de vida e de trabalho;

E. na luta por melhores condições de trabalho o operariado buscou fazer aliança com empresários capitalistas.

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

7. Com relação ao movimento operário europeu no século XIX, podem ser feitas as seguintes afirmativas, EXCETO;

A. Uma das primeiras manifestações de revolta dos operários foi o ludismo, caracterizado pela busca de se conseguir o sufrágio universal.

B. As "trade unions" eram associações de caráter assistencialista, mas que vieram a dar origem aos sindicatos.

C. A influência do socialismo no movimento operário pode ser notada na formação da Associação Internacional dos Trabalhadores.

D. O  anarquismo também desempenhou grande influência no movimento, apesar de suas divergências quanto ao marxismo.

E. A Comuna de Paris foi o resultado das lutas sociais que vinham se desenvolvendo na França por muitas décadas.

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

8. (VUNESP-São Paulo) Leia o texto e responda:

Na década de 1820, a maioria dos países latino-americanos obtêm a independência política. A emancipação política foi, antes de mais nada, resultado da ação dos "criollos". Em 1824, referindo-se à independência, Lord Canning - ministro das relações exteriores da Inglaterra - afirmou: "A América Espanhola é livre, se nós não manejarmos mal os nossos interesses, ela é inglesa".

A. Identifique os "criollos"

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

B. Justifique a afirmação de Canning.

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

9. Sobre a sociedade colonial hispano-americana é CORRETO afirmar que:

A. aos brancos nascidos na América estavam reservados os principais cargos administrativos na Justiça, no Exército e na Igreja.

B. esta diferenciou-se da sociedade inglesa na América do Norte porque permitiu ampla mobilidade social ascendente;

C. a legislação colonial estabelecia privilégios especiais aos mestiços e índios, como isenção de impostos e taxas;

D. a rigidez hierárquica dessa sociedade tornava praticamente inexistente a mobilidade social ascendente;

E. a escravidão do negro africano só foi utilizada no Haiti e na Jamaica, já que no resto da América foram os indígenas os escravos.

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

10. (UNICAMP-São Paulo)

       "De pé ficamos todos

        E com firmeza juramos

        Quebrar tesouras e válvulas

        E por fogo às fábricas daninhas."

        (Canção dos quebradores de máquinas do século XIX, citada por Leo Huberman, História da Riqueza do Homem, 1979)

A. A  partir do texto, caracterize o tipo de ação dos quebradores de máquinas.

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

B. Explique os motivos desse movimento.

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

11. (MACKENZIE-São Paulo) Visando conter as agitações operárias, surgiram na Europa alguns transformadores sociais que defendiam propostas que disciplinavam as relações de trabalho. O  pioneiro dessas reformas foi Robert Owen, representante do:

A. socialismo científico;

B. anarquismo;

C. socialismo cristão;

D. sindicalismo revolucionário;

E. socialismo utópico.

Ver resposta
Resposta: Ler o texto.

 

Tancredo

Tancredo Professor . 2017
Anuncie neste site
Twitter