Início > Exercícios > Lendo
A independência das colônias espanholas na América

1. O movimento de independência na América Latina teria sido basicamente o resultado:

A. Da crescente participação francesa em assuntos latino-americanos de forma a facilitar a conquista da península Ibérica por Napoleão.

B. De amplos movimentos de massas liderados por figuras de baixa extração social como Bolívar, San Martin e outros, que esperavam com a independência dar maior oportunidade às classes menos favorecidas.

C. Da crescente participação norte-americana em assuntos latino-americanos como forma de assegurar a não interferência europeia em todas as Américas.

D. Reflexo do crescente antagonismo entre a Inglaterra e a Espanha que se traduziu, em termos coloniais, em incitações à revolta promovidas pelos britânicos.

E. Do crescente antagonismo entre peninsulares (espanhóis) e as oligarquias locais com um elemento deflagrador representado pela invasão da Espanha por Napoleão.

Ver resposta
Resposta: Letra E.

 

2. A Inglaterra apoiou os movimentos de independência das colônias luso-espanholas devido ao(à):

A. Receio da expansão comercial das colônias.

B. Influência das ideias geradas pela Revolução Francesa.

C. Influência das novas ideias políticas do século XVIII sobre a Espanha e Portugal.

D. Necessidade de aumentar a produção industrial das colônias.

E. Necessidade de assegurar novos mercados para seus produtos.

Ver resposta
Resposta: Letra E.

 

3. (UFSCAR-SP) A  independência das colônias espanholas da América deveu-se a diversos fatores. Assinale a opção na qual todos dos fatores relacionados contribuíram para essa independência.

A. Política mercantilista da Espanha, influência da independência brasileira, interesse dos Estados Unidos no comércio das colônias espanholas.

B. Monopólio comercial em benefício da metrópole; desigualdade de direitos entre os criollos, nascidos na colônia, e os chapetones, nascidos na Espanha; enfraquecimento da Espanha pelas guerras napoleônicas.

C. Influência das ideias políticas de Maquiavel, auxílio militar brasileiro à independência dos territórios vizinhos, exemplo da independência dos Estados Unidos.

D. Liberalismo político e econômico, adotado pelas cortes espanholas; enfraquecimento do governo espanhol por causa da intervenção militar francesa; política do Congresso de Viena favorável à independência das colônias.

E. Interesse econômico da Inglaterra na independência das colônias; política de suspensão das restrições às colônias, seguida pelo governo de José Bonaparte; aliança entre chapetones, colonos nascidos na Espanha, e criollos, nascidos nas colônias, para promover a independência.

Ver resposta
Resposta: Letra B.

 

4. (FUVEST-SP) Na América espanhola, os movimentos de independência foram estimulados pela:

A. transferência do poder político dos criollos para os chapetones, eliminando os vínculos que uniam as colônias espanholas da América à metrópole.

B. desarticulação do poder monárquico na Espanha com as guerras napoleônicas.

C. manutenção do pacto colonial, elemento principal da prática do livre comércio.

D. ausência de reforma administrativa de caráter mercantilista.

E. ação da população mestiça, que liderava os movimentos emancipacionistas.

Ver resposta
Resposta: Letra B.

 

5. (VUNESP) O processo de independência na América Latina deve ser compreendido no contexto da conjuntura internacional, marcada pelo ideário liberal iluminista, a expansão industrial inglesa, as guerras napoleônicas, além das crises inerentes ao sistema colonial. Assinale a alternativa diretamente relacionada com o processo de independência na América espanhola.

A. Conflito social que não teve relação com a desigualdade entre os nascidos na terra e na metrópole.

B. Ruptura colônia/metrópole mais relacionada com a Guerra dos Sete Anos e sem relação alguma com as campanhas de Napoleão na península Ibérica.

C. Abertura dos portos à livre concorrência dos produtos manufaturados europeus para garantir a sobrevivência interna da pequena indústria têxtil latino-americana.

D. Movimento de libertação fundamentado na identidade profunda entre a independência política e a independência econômica.

E. Movimento emancipador conduzido principalmente pelos criollos.

Ver resposta
Resposta: Letra E.

 

6. (FUVEST-SP) A Inglaterra apoiou os movimentos de independência da América Espanhola no século XIX porque queria:

A. Implantar na América as ideias liberais expressas por Locke.

B. Abrir mercados consumidores para sua crescente produção industrial.

C. Fazer cumprir os princípios intervencionistas estabelecidos pela Santa Aliança.

D. Auxílio militar das colônias espanholas contra Napoleão.

E. Dominar o tráfico de escravos para a América.

Ver resposta
Resposta: Letra B.

 

Tancredo

Tancredo Professor . 2017
Anuncie neste site
Twitter