Início > Exercícios > Lendo
Brasil Colônia. A expansão da América portuguesa.

1.Explique o papel das populações indígenas na vila de São Paulo, entre os séculos XVI e XVIII, no desenvolvimento das lavouras paulistas e das expedições bandeirantes em direção ao interior.

Ver resposta
Resposta: Na vila de São Paulo a mão de obra básica era a do escravo indígena. A constante falta de mão de obra para as lavouras levou os paulistas a organizar as bandeiras, expedições de apresamento de indígenas no interior.

 

 

2.Complete o quadro sobre as rebeliões coloniais. Em seguida, responda: é possível afirmar que a Revolta de Beckman e a Guerra dos Mascates foram movimentos emancipatórios, ou seja, que tinham como objetivo a independência do Brasil?

Ver resposta
Resposta:

 

Revolta de Beckman

Guerra dos Mascates

Quando e onde ocorreu

No Maranhão

Em Pernambuco

Setores envolvidos

Proprietários, comerciantes e
Senhores de engenho.

Fazendeiros de Olinda e os
Comerciantes portugueses
de Recife, chamados pejorativamente de
mascates.

Motivos

Com dificuldade de conseguir
escravos africanos, os colonos recorreram à escravização do
indígena, atacando missões
jesuíticas. A metrópole criou a
Companhia de Comércio do
Estado do Maranhão, que não
trouxe escravos e ainda elevou 
o preço de produtos que
monopolizava, como bacalhau,
vinho e trigo.

Disputas econômicas e
políticas entre a elite de
Olinda e a de Recife.

Desfecho

Reprimida pela metrópole e
Sem apoio de outras capitanias,
a revolta fracassou.

A guerra durou até 1711,
quando os mascates, com o
apoio das tropas da Coroa,
venceram o conflito. Recife
manteve a condição de vila
e tornou-se sede da capitania de
Pernambuco.


Um balanço das rebeliões: A revolta de Beckman e a Guerra dos Mascates não foram movimentos separatistas, ou seja, não propunham a ruptura com a metrópole. A Revolta de Beckman envolveu interesses divergentes entre colonos, jesuítas e a metrópole portuguesa, relacionados principalmente à escravização do indígena. A Guerra dos Mascates foi motivada pelas disputas econômicas e políticas entre a elite de Olinda e a de Recife. Nenhum dos dois movimentos questionou a condição colonial do Brasil ou mesmo da capitania.

 

 

3.Trabalho com imagens. Imagem da escultura que representa Raposo Tavares.
a.Qual visão essa imagem expressa da figura do bandeirante?

Ver resposta
Resposta: A escultura foi uma encomenda do governo do Estado de São Paulo para as comemorações do centenário da Independência do Brasil. Esse tipo de representação tornou-se parte do imaginário brasileiro sobre os bandeirantes até pouco tempo atrás. Hoje em dia, pesquisas revelam que, diferentemente da imagem de “heróis” ou “guerreiros bem vestidos”, os bandeirantes eram homens pobres que andavam descalços pelos sertões do Brasil.

 

 

b.Compare a imagem da escultura com a descrição feita no texto e elabore uma redação com as conclusões obtidas.

Ver resposta
Resposta: Como as viagens duravam anos, os exploradores paulistas, em contato constante com os indígenas, adotaram muitos costumes das populações nativas. Andavam descalços e em fila indiana, percorrendo longos caminhos a pé, pois o cavalo era impróprio para a vegetação densa ou para os terrenos mais irregulares.

 

 

4.Trabalho com mapas:
a.A produção de açúcar e a criação de gado foram as principais atividades econômicas que garantiram a ocupação portuguesa nesse território. De qual região estamos falando?

Ver resposta
Resposta: Nordeste

 

 

b.As terras que correspondem a esse  estado do Brasil atual foram o ponto de partida das bandeiras, expedições que se dirigiam ao litoral em busca de índios e de riquezas. Qual estado é esse?

Ver resposta
Resposta: São Paulo

 

 

c.Indiquem duas diferenças entre a ocupação portuguesa das terras que hoje fazem parte da Região Norte e as que fazem parte da Região Nordeste.

Ver resposta
Resposta: A ocupação do interior do que é hoje o Nordeste foi obra principalmente dos criadores de gado, que partiram sobretudo das capitanias de Pernambuco e Bahia. Dificuldades naturais retardaram a penetração do Vale Amazônico, que só se iniciou efetivamente na segunda metade do século XVIII. A iniciativa coube a ordens religiosas e aos exploradores das drogas do sertão e de outros recursos da floresta.

 

 

d.Qual semelhança existe entre a ocupação portuguesa das terras que hoje integram a Região Sul e as do interior do Nordeste?

Ver resposta
Resposta: No Sul, a pecuária desenvolveu-se a partir do gado que pastava solto pelos campos da bacia do Rio da Prata. Como a do Nordeste, a pecuária sulina também ocupava grandes propriedades, onde se formaram as estâncias, como eram chamadas as fazendas de gado gaúchas.

 

 


5.Trabalho com imagens e texto:
a.Descrevam a imagem. Que personagens foram representados? Como vocês conseguiram identifica-los?

Ver resposta
Resposta: Índios e missionários jesuítas. Os índios estavam nus e os missionários com sua vestimenta tradicional.

 

 

b.Quais características da vida nas missões esta imagem permite identificar?

Ver resposta
Resposta: O trabalho dos índios, e os missionários que não trabalham, explorando o trabalho dos indígenas.

 

 

c.Por que, segundo o texto, o ensino das letras nos colégios era importante? Nas escolas atuais, esse estudo é ainda considerado importante? Justifiquem.

Ver resposta
Resposta: Significavam a adesão plena à cultura portuguesa. Trata-se de uma atitude cultural de profundas raízes: pelas letras se confirma a organização da sociedade.

 

 

d.Segundo o texto, qual era a função das escolas criadas pelos jesuítas no Brasil? E dos colégios?

Ver resposta
Resposta: Escolas: ensinar a ler, escrever e a contar e cantar. Colégios: preparariam novos missionários.

 

 

e.Na opinião de vocês, qual foi a principal consequência trazida pelas missões jesuíticas para as populações indígenas que nelas viviam?

Ver resposta
Resposta: Um processo de aculturação das populações indígenas que contribuiu para romper os laços culturais nas tribos e para facilitar a obra colonizadora.
Tancredo Professor . 2017
Anuncie neste site
Twitter