Início > Exercícios > Lendo
As Revoluções Inglesas do século XVII. O Iluminismo.

1 . (F. Carlos Chagas - SP) A importância histórica de John Locke, como precursor do movimento chamado de ilustração, está no fato de ter:

a. Elaborado o Ato de Navegação, que deu à Inglaterra o domínio dos mares.

b. Defendido os princípios do absolutismo monárquico.

c. Participado da revolta de Cromwell contra o despotismo dos Tudor.

d. Formulado a teoria dos direitos naturais do homem.

e. Combatido a influencia da burguesia na vida política.

Ver resposta
Resposta: Letra D.

 

2. (ESPM - SP) Algumas vezes, gêneros artísticos  como peças de teatro, pinturas e estudos históricos serviam de veículos para mensagens políticas. As bodas de Fígaro, por exemplo, do dramaturgo francês Pierre-Augustin Beaumarchais (1732-1799), estreou em 1784, depois de dificuldades com os censores, que suspeitavam que a peça fosse uma sátira ao regime. Os sentimentos políticos de Beaumarchais foram suavizados no libreto italiano da ópera de Mozart (1786), mas algo da mensagem original permaneceu.

Acima de tudo a famosa Enciclopédia, publicada entre 1751 e 1765, foi importante veículo para a política. Originalmente planejada como tradução em quatro volumes da Cyclopaedia inglesa de Chamber, ela transformou-se em um trabalho independente, com 35 volumes. A publicação da Enciclopédia foi um evento crucial na história da comunicação.

Asa Briggs e Peter Burke. Uma história social da mídia: de Gutemberg à internet

A partir da leitura do texto, indique a alternativa que traga corretamente qual era o regime político criticado pela Enciclopédia, além de acrescentar uma recomendação dos enciclopedistas:

a. Liberalismo - manutenção dos privilégios do clero e da nobreza.

b. Absolutismo - governar é atender a certo número de direitos naturais do homem: liberdade, tolerância, igualdade perante a lei.

c. Marxismo - liberdade de pensamento e fé inabalável no progresso da sociedade.

d. Monarquia parlamentarista - centralização de poderes pelo rei e crença no poder real de inspiração divina.

e. Despotismo esclarecido - defesa do racionalismo, do deísmo e da existência de um Estado forte, baseado em um contrato, irrescindível, celebrado com os súditos.

Ver resposta
Resposta: Letra B.

 

3. (U. Estácio de Sá - RJ) Lidos e admirados por todos, os filósofos e economistas encontraram discípulos fervorosos entre os soberanos e seus ministros. Ocorreu, assim, na segunda metade do século XVIII, um vasto movimento de reformas, uma tentativa sincera para governar com a razão e em vista do bem público.

MICHAUD, Jean. La formation du monde moderne, 1715-1870. Paris. Hachette, 1996, p. 103.

O despotismo esclarecido procurou:

a. Introduzir propostas econômicas iluministas sem abrir mão do absolutismo monárquico.

b. Fortalecer a atuação política da Igreja Católica.

c. Enfraquecer os monarcas absolutistas em países como Portugal e Espanha.

d. Fortalecer a presença da burguesia no controle da política econômica na França e Inglaterra.

e. Reduzir a influência dos parlamentos burgueses na política europeia.

Ver resposta
Resposta: Letra A.

 

4. Os monarcas citados a seguir de identificam com a forma de despotismo esclarecido adotado por vários príncipes europeus durante o século XVIII, exceto:

a. Catarina II (Rússia).

b. José I (Portugal).

c. Frederico II (Prússia)

d. Luís XIV (França).

e. José II (Império Austríaco).

Ver resposta
Resposta: Letra D.

 

5. (UFGO) O Iluminismo, como movimento intelectual do século XVIII, representou o (a):

a. Renascer do pensamento clássico greco-romano.

b. Afirmação das ideias revolucionárias da burguesia.

c. Revolução ideológica da aristocracia.

d. Expansão do pensamento religioso.

e. Fortalecimento do Estado absolutista.

Ver resposta
Resposta: Letra B.

 

6. (CESESP-PE) O absolutismo não resolveu os problemas de sua época. Daí o surgimento de novas ideias políticas que ficarão conhecidas pelo nome de "Iluminismo". Nesse movimento destacam-se vários autores, com exceção de um, que deverá ser assinalado:

a. John Locke, que preocupou mais com os problemas da liberdade individual do que com os problemas do estabelecimento de uma nova ordem econômica e social.

b. Voltaire, autor do Dicionário filosófico e das Novelas satíricas.

c. Montesquieu, autor da famosa obra O espírito das leis.

d. Tomás de Aquino, autor da Suma teológica.

e. Rousseau, autor de O contrato social e de Discurso sobre a origem da desigualdade.

Ver resposta
Resposta: Letra D.

 

7. O despotismo esclarecido, na segunda metade do século XVIII, resultou de uma nova concepção do papel dos chefes de Estado, que, influenciados pelos ideais da Ilustração, procuravam contribuir para o bem do povo; contudo:

a. Evitavam entrar em contato com os filósofos enciclopedistas.

b. Deixaram de reformar os processos de justiça, visando a abrandar as penalidades dos julgamentos.

c. Negavam aos súditos qualquer participação no governo, qualquer liberdade política.

d. Perseguiam os dissidentes em matéria religiosa, proibindo, totalmente, a liberdade de culto.

e. Aumentaram, grandemente, a autoridade dos eclesiásticos, especialmente os ligados à Companhia de Jesus.

Ver resposta
Resposta: Letra C.

 

8. Carlos I é derrotado definitivamente em 1649.

Nesse ano Cromwell instaura:

a. A monarquia constitucional.

b. A República.

c. Um governo popular.

d. A monarquia parlamentar.

e. A monarquia absolutista.

Ver resposta
Resposta: Letra B.

 

9. Na guerra civil as forças sociais se aglutinaram em dois blocos. Eram eles:

a. O exército real, que reunia o clero anglicano e os camponeses, contra o exército do Parlamento, apoiado pela nobreza e artesãos.

b. O exército real, que reunia a nobreza e o clero anglicano e os católicos, em oposição ao exército do Parlamento, liderado por presbiterianos e posteriormente por puritanos.

c. Os presbiterianos, partidários da monarquia, e, de outro lado, os puritanos, republicanos.

d. Irlandeses e escoceses contra Carlos I, na tentativa de conseguirem sua independência.

e. O partido dos grandes latifundiários contra os adeptos da República.

Ver resposta
Resposta: Letra B.

 

10. (PUCC-SP) Em 1651, Oliver Cromwell estabeleceu uma série de medidas que retratavam o espírito de uma política nacionalista e da prática mercantilista da época. Essas medidas se concretizaram:

a. No Habeas-Corpus, que protegia o cidadão inglês contra as prisões arbitrárias, podendo responder ao processo, caso fosse a julgamento, em liberdade, sob fiança.

b. Na Petição dos Direitos, que limitava as prerrogativas absolutistas de Carlos I e aumentava a perseguição aos puritanos.

c. Nos Atos de Navegação, que estabeleciam que toda mercadoria importada pela Inglaterra só poderia ser transportada por navios ingleses ou por navio do país de origem da mercadoria.

d. No Princípio de Igualdade, que existiria na relação contratual entre governantes e governados limitados por uma constituição.

e. Nas Cartas Inglesas, que defendiam que qualquer restrição era totalmente destituída de sentido de liberdade de pensamento ou de expressão comercial.

Ver resposta
Resposta: Letra C.

 

11. (UNIFOR-CE) O Movimento dos Cercamentos ("Enclosures"):

a. Implicou uma maior concentração de mão de obra agrícola, ao deter a migração para as cidades;

b. Foi um fenômeno pouco acentuado na Inglaterra, aparecendo em vários outros reinos;

c. Ocorreu somente no século XIX, em virtude da estagnação do mercado consumidor;

d. Foi o processo de transformação dos campos abertos, concorrendo, entre outros aspectos, para o êxodo rural;

e. Provocou a substituição dos grandes domínios rurais pelos pequenos, cuja rentabilidade era maior.

Ver resposta
Resposta: Letra D.
Tancredo Professor . 2017
Anuncie neste site
Twitter