Início > Enem > Lendo
Enem 2015. Ciências humanas e suas tecnologias... (5ª parte)

QUESTÃO 41.

   A questão ambiental, uma das principais pautas contemporâneas, possibilitou o surgimento de concepções políticas diversas, dentre as quais se destaca a preservação ambiental, que sugere uma ideia de intocabilidade da natureza e impede o seu aproveitamento econômico sob qualquer justificativa.

PORTO-GONÇALVES, C. W. A globalização da natureza e a natureza da globalização. Rio de Janeiro. Civilização Brasileira, 2006 (adaptado).

Considerando as atuais concepções políticas sobre a questão ambiental, a dinâmica caracterizada no texto quanto à proteção do meio ambiente está baseada na

A. prática econômica sustentável. .

B. contenção de impactos ambientais..

C. utilização progressiva dos recursos naturais.

D. proibição permanente da exploração da natureza.

E. definição de áreas prioritárias para a exploração econômica.

Ver resposta
Resposta: LETRA D. A questão está relacionada com o discurso preservacionista que tomou força a partir da Eco-92. Implica na restrição do acesso às áreas ambientais, tanto para a ocupação humana quanto para as atividades econômicas. Já o discurso conservacionista, anterior ao preservacionista, teve como característica ser menos restritivo à utilização humana e às atividades econômicas.

 

QUESTÃO 42

   Um carro esportivo é financiado pelo Japão, projetado na Itália e montado em Indiana, México e França, usando os mais avançados componentes eletrônicos, que foram inventados em Nova Jérsei e fabricados na Coreia. a campanha publicitária é desenvolvida na Inglaterra, filmada no Canadá, a edição e as cópias, feitas em Nova York para serem veiculadas no mundo todo. Teias globais disfarçam-se com o uniforme nacional que lhes for mais conveniente.

REICH, R. O trabalho das nações: preparando-nos para o capitalismo no século XXI. São Paulo: educator, 1994 (adaptado).

A viabilidade do processo de produção ilustrado pelo texto pressupõe o uso de

A. linhas de montagem e formação de estoques.

B. empresas burocráticas e mão de obra barata.

C. controle estatal e infraestrutura consolidada.

D. organização em rede e tecnologia de informação.

E. gestão centralizada e protecionismo econômico.

Ver resposta
Resposta: LETRA D. A existência de redes de informação interligam países e continentes, bem como a produção, o comércio e as finanças, que ultrapassam as fronteiras nacionais e modificam a divisão internacional do trabalho (DIT). isso faz com que as companhias transnacionais ampliem suas possibilidades de ação e se instalem nas localidades, de acordo com as potencialidades e características de cada uma.

 

QUESTÃO 43

   Na sociedade contemporânea, onde as relações sociais tendem a reger-se por imagens midiáticas, a imagem de um indivíduo, principalmente na indústria do espetáculo, pode agregar valor econômico na medida de seu incremento técnico: amplitute do espelhamento e da atenção pública. Aparecer é então mais do que ser; o sujeito é famoso porque é falado. Nesse âmbito, a lógica circulatória do mercado, ao mesmo tempo que acena democraticamente para as massas com supostos "ganhos distributivos" (a informação ilimitada, a quebra das supostas hierarquias culturais), afeta a velha cultura disseminada na esfera pública. A participação nas redes sociais, a obsessão dos selfies, tanto falar e ser falado quanto ser visto são índices do desejo de "espelhamento".

SODRÉ, M. Disponível em: http://alias.estadao.com.br. Acesso em: 9 fev. 2015 (adaptado)

A crítica contida no texto sobre a sociedade contemporânea enfatiza

A. a prática identitária autorreferente.

B. a dinâmica política democratizante.

C. a produção instantânea de notícias.

D. os processos difusores de informações.

E. os mecanismos de convergência tecnológica.

Ver resposta
Resposta: LETRA A. O texto, principalmente em sua parte final, induz a uma análise da identidade (aspecto melhor desenvolvido na Psicologia Social) do indivíduo em seu meio social, mesmo que virtual. Inclusive, ao mencionar o "espelhamento", fica bem evidente que a alternativa A se refere a uma "prática" identitária autorreferente.

 

QUESTÃO 44

   A crescente intelectualização e racionalização não indicam um conhecimento maior e geral das condições sob as quais vivemos. Significa a crença em que, se quiséssemos, poderíamos ter esse conhecimento a qualquer momento. Não há forças misteriosas incaculáveis: podemos dominar todas as coisas pelo cálculo.

WEBER, M. A ciência como vocação. In: GERTH, H.; MILLS, W. (Org). Max Weber: ensaios de sociologia. Rio de Janeiro: Zahar, 1979 (adaptado).

Tal como apresentada no texto, a proposição de Max Weber a respeito do processo de desencantamento do mundo evidencia o(a)

A. progresso civilizatório como decorrência da expansão do industrialismo.

B. extinção do pensamento mítico como um desdobramento do capitalismo.

C. emancipação como consequência do processo de racionalização da vida.

D. afastamento de crenças tradicionais como uma característica da modernidade.

E. fim do monoteísmo como condição para a consolidação da ciência.

Ver resposta
Resposta: LETRA D.

 

QUESTÃO 45

   Diante de ameaças surgidas com a engenharia genética de alimentos, vários grupos da sociedade civil conceberam o chamado "princípio da precaução". O fundamento desse princípio é: quando uma tecnologia ou produto comporta alguma ameaça à saúde ou ao ambiente, ainda que não se possa avaliar a natureza precisa ou a magnitude do dano que venha a ser causado por eles, deve-se evitá-los ou deixá-los de quarentena para maiores estudos e avaliações antes de sua liberação.

SEVCENKO, N. A corrida para o século XXI: no loop da montanha-russa. São Paulo: Cia das Letras, 2001 (adaptado).

O texto expõe uma tendência representativa do pensamento social contemporâneo, na qual o desenvolvimento de mecanismos de acautelamento ou administração de riscos tem como objetivo

A. priorizar os interesses econômicos em relação aos seres humanos e à natureza.

B. negar a perspectiva científica e suas conquistas por causa de riscos ecológicos.

C. instituir o diálogo público sobre mudanças tecnológicas e suas consequências.

D. combater a introdução de tecnologias para travar o curso das mudanças sociais.

E. romper o equilíbrio entre benefícios e riscos do avanço tecnológico e científico.

Ver resposta
Resposta: LETRA C. O texto expõe uma preocupação recorrente com o impacto da tecnologia na produção de alimentos materializados devido ao aumento dos organismos geneticamente modificados. No que diz respeito às reticências da manipulação e do uso desses transgênicos, foi elaborado em 29 de janeiro de 2000, na Conferência das Partes (COP), durante a Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), o Protocolo da Cartagena, que estabelece os mecanismos de cautela em biossegurança que possam ter impactos negativos para a saúde humana e animal e ao ambiente.
Tancredo Professor . 2017
Anuncie neste site
Twitter