Início > Conteúdos > Lendo
OS INDÍGENAS ERAM PREGUIÇOSOS?

Como o trabalho das mulheres era diário e constante e o dos homens, ainda que pesado, era mais espaçado, a primeira impressão dos europeus era a de que os homens eram mais indolentes. No entanto, eles eram capazes de grandes esforços físicos, como viajar centenas de quilômetros, correr dias inteiros, remar por grandes distâncias, carregando grandes pesos desde que todas essas atividades tivessem um propósito útil aos seus olhos.

Apenas faziam questão de trabalhar quando e como quisessem, sem supervisão e cobranças. Este era um traço cultural exasperante para colonos e jesuítas, pois dificultava o aprendizado de qualquer ofício além de sabotar a disciplina do trabalho cotidiano.

É interessante ressaltar que, apesar das descrições bastante depreciativas dos índios - chamados de selvagens, bestiais, ignorantes - nenhum dos cronistas dos séculos XVI e XVII os consideravam indolentes ou preguiçosos. Essa imagem foi elaborada no século XIX, quando se quis explicar as razões de empregar o negro no trabalho escravo.

A qualidade de trabalhador obediente e submisso de negro foi contraposta à preguiça, incapacidade e rebeldia do índio. Nessa época, só restavam poucos índios na proximidade do litoral, vivendo em aldeias miseráveis, onde era impossível produzir o suficiente para o mercado, com sua cultura tradicional quase toda perdida. Frequentemente embriagados e sujos, causavam a pior das impressões.

O temor que inspiravam foi substituído por desprezo, não ofereciam perigo. Os brancos avançaram sobre suas terras, justificando as investidas com o fato de elas não serem devidamente (segundo padrões europeus) utilizadas.

MESGRAVIS, L.; PINSKY, C. B. O Brasil que europeus encontraram: a natureza, os índios, os homens brancos. São Paulo: Contexto, 2000. p. 42-43. Adaptado.

 

SAIBA MAIS

- Depreciativas: Que desvalorizavam, menosprezavam.

- Exasperante: Irritante, que causa aflição.

- Indolente: Ocioso, preguiçoso, lento, vagaroso, mole, negligente, apático, desleixado, descuidado.

- Ofício: Arte manual ou mecânica.

Tancredo Professor . 2017
Anuncie neste site
Twitter