Início > Conteúdos > Lendo
OS POVOS NA AMÉRICA

Estima-se que o continente americano era habitado por mais de 50 milhões de pessoas quando as caravelas comandadas por Cristóvão Colombo aportaram na ilha de Guanaani, em outubro de 1492. Essa população, distribuída de forma irregular pelo território, estava agrupada em milhares de povos, cada qual com cultura, língua e organização social próprias.

Esses povos eram muito diferentes entre si. Boa parte tinha hábitos migratórios e dependia dos recursos naturais para a subsistência. Outras populações, que dominavam plenamente as técnicas agrícolas e a criação de animais, viviam fixas em um território e chegaram a desenvolver sociedade complexas, com a organização social hierarquizada.

Alguns povos dominavam, ainda, variadas áreas do saber, como matemática, astronomia e medicina. Algumas cidades reuniam populações maiores do que vários dos aglomerados urbanos europeus e contavam com sistemas de saneamento e distribuição de água - algo inimaginável na Europa daquele tempo.

Os europeus, acreditando ter chegado às Índias, denominaram todos os povos americanos, logo no primeiro contato, de índios. Essa generalização, aliada ao preconceito de considerar inferior tudo o que era diferente, encobriu a diversidade cultural de tupis, guaranis, maias, astecas, incas, inuits, charruas, entre muitos outros.

Tancredo Professor . 2017
Anuncie neste site
Twitter