Início > Conteúdos > Lendo
Revolta da Cachaça (1660 - 1661)

A Revolta contra o Governador Salvador Corrêa de Sá (Rio de Janeiro)


Também conhecida como Revolta da Cachaça (1660 – 1661), pois um de seus motivos principais foi a proibição de fabricar cachaça, que era, até então, utilizada para comprar escravos na África e prata no sul do continente. A insatisfação com tal proibição acentuou-se com a criação de um imposto, destinado a pagar os soldos das milícias fluminenses. Além disso, o governador era tido como corrupto. Sob a liderança de Jerônimo Barbalho Bezerra, os revoltosos ocuparam o governo do Rio de Janeiro. Na verdade não conseguiram prender Salvador Corrêa, que estava em São Paulo, mas o destituíram e Agostinho Barbalho, irmão de Jerônimo, foi obrigado a assumir o poder. Com apoio dos paulistas, Salvador Corrêa de Sá voltou ao Rio, debelando o movimento. Mas o governo português optou por tirá-lo do poder.

 

 

Tancredo Professor . 2019
Anuncie neste site
Twitter