Início > Conteúdos > Lendo
O governo de José Sarney (1985-1990)

Com o fim do regime militar, o Brasil voltou a eleger diretamente seus governantes. os presidentes que se seguiram à ditadura tentaram resolver a crise econômica que emperrava o crescimento, adotando uma sequência de planos econômicos, muito infrutíferos e com fins eleitoreiros.

 

Após a morte de Tancredo Neves, seu vice, José Sarney, tornou-se o primeiro presidente civil após 21 anos de regime militar. Os desafios iniciais não eram poucos: consolidar a democracia, realizar a reforma constitucional, estabilizar a economia e retomar o crescimento. Tudo num quadro de recessão e de inflação alta. Sarney revogou a legislação autoritária herdada dos governos militares, tomando medidas como o restabelecimento da eleição direta para a Presidência da República e a convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte.

Para conter a inflação, o presidente lançou, em1986, o Plano Cruzado. Os preços foram congelados, e os salários, reajustados. A estratégia teve bons resultados no início. Por todo o país, por exemplo, consumidores incorporaram o slogan de "fiscais do Sarney" para vigiar se o congelamento de preços dos produtos era respeitado. Entretanto, como os ajustes necessários no plano foram protelados para não prejudicar os candidatos do governo nas eleições estaduais, a economia se desequilibrou. Sarney apresentou mais três programas de estabilização: os planos Cruzado II, Bresser e Verão, todos sem sucesso. No fim de seu governo, a inflação ultrapassava 80% ao mês. Em 1988 foi promulgada a nova Constituição, que ampliou os direitos individuais e coletivos.

Tancredo Professor . 2019
Anuncie neste site
Twitter