Início > Conteúdos > Lendo
O Imperialismo na Ásia

Um marco na colonização de territórios asiáticos foi a fixação dos portugueses em Macau, em 1557. Desde então, e até o século XIX, foram estabelecidas colônias com características do período mercantilista, principalmente pela Holanda e pela Inglaterra. Esta última, tendo introduzido o ópio na China, acabou envolvida no conflito sinobritânico conhecido como a Guerra do Ópio. Ao término da guerra, vencida pelos ingleses em 1842, foi celebrado o Tratado de Nanquim, através do qual a Inglaterra obteve o controle político e econômico da cidade de Hong Kong, e a abertura dos portos de Cantão, Amoy, Fuchan e Xangai ao seu comércio. Obteve, também, o estabelecimento de vantajosas tarifas Alfandegárias e a extraterritorialidade de súditos ingleses em território chinês, ou seja, os súditos ingleses não podiam ser julgados em tribunais chineses.

Mais tarde, foram impostos à China tratados semelhantes pelos Estados Unidos e pela França. Em 1854, a China abria à navegação estrangeira o rio Yang-Tsé e, ao comércio, mais onze portos, além de estender a extraterritorialidade às missões religiosas. Com o apoio da esquadra norte-americana, o Japão forçou, em 1854, a abertura dos portos chineses a seus navios.

A Índia, onde até a primeira metade do século XIX os ingleses haviam estabelecido armazéns e plantações diversas, passou à condição de protetorado do Império Britânico. Formalmente, os indianos detinham os cargos do poder, mas estavam submetidos às decisões de um vice-governador nomeado pela Inglaterra. Em 1877, a soberana inglesa, Rainha Vitória, foi proclamada Imperatriz da Índia.

A Inglaterra estabeleceu protetorados também no Nepal e na Birmânia. A França, por sua vez, controlava política e economicamente, desde 1862, os territórios do Vietnã, Laos e Camboja. E a Rússia conquistou territórios chineses, vizinhos às suas fronteiras.

O processo de ocupação colonial em territórios asiáticos resultou num quadro que se manteve até os meados do século XX. Após 1940, muito territórios conseguiram sua independência política, mas, mesmo esses, adquiriram, de forma irreversível, características de colonialismo cultural, político e econômico, que marcam suas relações internas e com os demais países do mundo.

 

Saiba Mais

. Indochina: Vietnã, Laos e Camboja.

Tancredo Professor . 2019
Anuncie neste site
Twitter