Início > Conteúdos > Lendo
Leonardo da Vinci

Leonardo da Vinci (1452-1519), artista plástico, cientista e escritor italiano. Um dos maiores pintores do Renascimento e, possivelmente, seu maior gênio, por ser também anatomista, engenheiro, matemático, músico, naturalista e filósofo, bem como arquiteto e escultor. Suas ideias científicas quase sempre ficaram escondidas em cadernos de anotações, e foi como artista que obteve o reconhecimento de seus contemporâneos. Estagiou no estúdio de Verrocchio, em Florença, mas a primeira grande encomenda que recebeu, A Adoração dos Magos (Uffizi, Florença), ficou inacabada quando mudou-se para Milão entre 1481 e 1482. Permaneceu em Milão até 1499, trabalhando principalmente para a corte do duque Ludovico Sforza. A obra mais importante deste período milanês é o grande mural A Última Ceia (c. 1495-7), que se encontra no mosteiro da igreja de Santa Maria delle Grazie e que, apesar das más condições de conservação, exerceu poderosa influência sobre sucessivas gerações de artistas e escritores. Até 1506, Leonardo trabalhou principalmente em Florença, e tudo indica que nesta época tenha pintado a Mona Lisa, uma obra famosa por sua originalidade, sutileza e naturalidade. Entre 1506 e 1516, uma obra famosa por sua originalidade, sutileza e naturalidade. Entre 1506 e 1516, viveu entre Milão e Roma. Convidado por Francisco I, viajou para a França em 1516, onde faleceu. Durante sua carreira, foi artista e consultor técnico do duque de Milão, engenheiro militar de César Bórgia, além de pintor e arquiteto do rei Francisco I da França. As cinco mil páginas que restaram dos blocos de anotações de Leonardo contêm pesquisas em anatomia, mecânica, hidráulica e uma ampla gama de outras ciências. Os blocos de anotações também detalham muitos esquemas de engenharia civil e militar, e projetos de uma enorme variedade de dispositivos mecânicos - um helicóptero, uma bicicleta, uma máquina de cortar parafusos, fornalhas, um canhão carregável pela culatra, armas de fogo de cano estriado, máquinas de cunhar moedas e uma grua com dupla articulação. Algumas dessas máquinas estavam muitos anos à frente de seu tempo e nunca foram fabricadas, mas alguns projetos eram de grande importância: por exemplo, o canal de comportas herméticas em forma de mitra, ainda em uso hoje em dia, e o mecanismo de meia engrenagem para converter movimento rotatório em movimento recíproco (de vai-e-vem), que foi amplamente utilizado durante todo o século XVI.

 

 

 

 

 

 

 

 

Leonardo da Vinci foi o maior retratista de seu tempo; nenhum artista antes dele havia capturado de maneira tão convincente a vivacidade das feições e o espírito individual. Esta pintura singularmente graciosa, conhecida como A Dama com um Arminho (c.1485), representa quase com certeza Cecilia Gallerani, amante de seu mecenas Ludovico Sforza, governante de Milão. Ludovico tinha no arminho um de seus emblemas e o termo grego que designa o animal, galen, forma um acrônimo com o sobrenome da jovem (Museu Czartoryski, Cracóvia).

Tancredo Professor . 2018
Anuncie neste site
Twitter